Encontros na Plenitude

O que são os Encontros na Plenitude?

Este é um programa de transformação pessoal, desenvolvido com o objectivo de o ajudar a despertar o seu potencial para uma vivência mais plena.

Você tem em si um enorme potencial, cujas facetas vão sendo despertadas ao longo da vida pelos mais diversos acontecimentos. Contudo, algumas dessas facetas podem ser-lhe mais úteis do que outras.

Ao criar as circunstâncias adequadas, poderá despertar em si recursos valiosos, reenquadrar aprendizagens e fazer com que determinadas facetas não sejam tantas vezes activadas ao longo da sua vivência.

A reorganização interna necessária para este despertar do SER é provavelmente mais fácil do que pensa, mas requer alguma estrutura e coerência. Assim, a estrutura deste programa foi pensada de forma a que cada encontro sirva de alicerce aos seguintes.

Aqui vai ainda encontrar dois factores essenciais a esta mudança: passos básicos e treino. Daí que em cada encontro sejam propostas pequenas práticas para levar para o dia-a-dia.

Participe deste programa e desfrute dos benefícios da meditação, assim como da experiência da autora na sua prática em hipnose clínica.

O programa toma forma através de encontros presenciais com periodicidade semanal ou quinzenal, dependendo do espaço onde estes são realizados, estruturados em 3 módulos, conforme abaixo.

voltar ao topo

Quais os módulos e temas do programa?

Módulo: Despertar o SER

Este módulo é dedicado à descoberta da sua identidade.

Temas dos encontros:

1 - Espaço interior 

A grande variedade de estímulos exteriores a que estamos sujeitos no dia-a-dia leva-nos muitas vezes a descurar o nosso espaço interior.

Cuidar deste espaço é essencial para o equilíbrio da mente e a Plenitude do SER.

Lançamos-lhe o convite para usar este tempo para cuidar de si.

2 - Aqui e agora

Um tema recorrente, hoje em dia, é o do Aqui e Agora. Algo que se considera vital para uma maior eficácia e bem-estar, mas a sua prática mostra-se difícil. Parece até tocar os limites do impossível. Portanto, torna-se essencial entendê-la e adequá-la à nossa vivência diária. Como fazê-lo?

3 - Desconforto

O tema para reflexão neste encontro é o desconforto. Porque nos é geralmente difícil aceitá-lo, seja este físico, mental, emocional ou social.

Como lida com o seu desconforto?

4 - Sombra

O tema para reflexão neste encontro é a Sombra. A sombra em nós e no outro, que nos é por vezes também difícil de aceitar.

O que vê na sua sombra? Olha sequer para ela?

5 - Realidade vs. Expectativa

Esta é a altura típica do ano para metas e resoluções, mas muitas vezes construímos expectativas que não vêem reflexo na realidade e lutamos contra essas diferenças e aquilo que a vida nos traz.

Como lida com a diferença entre o que quer, acredita e lhe parece melhor, e a realidade que encontra, mais suas alternativas?

6 - Identidade

Ouvimos e aceitamos desde bem cedo que a nossa identidade tem um carácter algo imutável. Será que é assim? Quais os resultados desta aprendizagem e quais as alternativas?

7 - Escolhas

Todos nós temos traços ou características que nos são úteis e outros que nem por isso. Quais as características que o atrasam ou impedem de avançar no seu caminho? Quais aqueles que o ajudam e que gostaria de fortalecer?

8 - Deve, pode ou quer?

Rubem Alves descreveu as palavras como entidades mágicas e, de facto, elas transportam consigo imagens, memórias e emoções. Toda esta bagagem influencia a sua forma de SER e estar no momento. E mais importante do que a forma como as usa na comunicação com os outros, é a forma como as usa na sua conversa interior.

9 - História de vida

Como descreveria a sua história de vida? Existirá uma só forma de o fazer? E qual será a influência que esta narrativa tem na sua vida prática?

10 - Sorte e destino

Será que algo tem de ser de determinada forma ou que uma pessoa tem mais sorte do que outra? Provavelmente não encontraremos uma resposta, senão a resposta de cada um. Mas podemos mudar a perspetiva sob a qual olhamos a questão, para mudar o efeito que tem sobre o nosso SER, estar e fazer.

11 - Horizonte em branco

E quando olha para o seu futuro e não vê nada no horizonte? Quer seja porque não consegue antever a resolução de algo que considera um problema na sua vida ou porque não consegue definir objetivos, não ver nada no horizonte pode ser em si um problema. Sem algo que esperar porquê avançar?

12 - A mudança

Olha então para o horizonte e sabe o que lá quer encontrar. Sabe até os passos que precisam de ser dados para lá chegar. Mas os seus pés estão habituados a seguir noutra direção e continuam a fazê-lo. Ou sente que não seguem direção alguma. Como fazer a mudança?

Este módulo vai iniciar em Maio no espaço indriyas.

voltar ao topo

Módulo 2: O Eu no Outro

Neste módulo o foco continua na identidade, mas no contacto com os outros, tornando os relacionamentos no tema central.

Temas dos encontros:

1 - Diferentes Caminhos

Para redefinir a nossa identidade ou fazer a mudança acontecer na nossa vida, teremos inevitavelmente de nos relacionar com o mundo em volta. Teremos diferentes caminhos disponíveis e cada um deles cruzará caminhos de outros.

2 - Responsabilidade vs. Culpa

A culpa é útil, mas na maioria das vezes apenas nos mantém prisioneiros do passado, contaminando os relacionamentos do presente e, eventualmente, do futuro. O que fazer? Como?

3 - Dar a outra face

Seja por culpa ou por uma questão de educação, aprendemos muitas vezes que dar a outra face é a atitude correcta.

Mas será que significa realmente virar o rosto e oferecê-lo para receber uma segunda bofetada?

4 - Perdão

O perdão pode ser um exercício de humildade ou de arrogância, mas de tal forma essencial que vale a pena explorar outras formas de o olhar.

5 - Comunicação

Comunicamos muitas vezes o supérfluo e deixamos de lado o essencial. Uma boa comunicação é necessária para saber, informar e esclarecer, portanto resolver.

6 - Assertividade

Se a assertividade é o caminho do meio, como comunicar de uma forma mais assertiva e porquê?

7 - Relacionamentos

Nesta vida, o relacionamento com os outros é inevitável, por mais superficial que este possa ser. E aquilo que dele obtemos  tem muito a ver com a forma como nele nos colocamos, mas não como parece mais óbvio.

8 - Liberdade

Sabemos que existem limites para a liberdade de cada um, mas é difícil que estes sejam respeitados enquanto não forem redefinidos, assim como o próprio conceito de liberdade. E a liberdade é essencial a um bom relacionamento.

9 - Preconceito

As crenças e as ideias não são apenas produtos da mente, também são seres mentais que têm vida e poder. Desta forma, também elas podem possuir-nos. (Edgar Morin)

10 - Julgamento vs. Análise

Julgar e criticar são formas de usar a nossa liberdade de espírito e exercitar o nosso poder. Mas com o poder vem a responsabilidade e essa fica muitas vezes esquecida.

11 - Proteção vs. Cuidado

Ao longo da vida aprendemos a proteger as nossas coisas, as nossas emoções e até aqueles que nos são queridos. Generalizamos de tal forma que acabamos por nos proteger da própria vida - a nós e aos outros.

No entanto, pergunte-se: "como tem resultado para mim"?

12 - Ajudar e ser ajudado

Todos nós gostamos de ajudar e ser ajudados. No entanto, por vezes, nem a ajuda chega como se pretende, nem a sua necessidade tem o formato mais óbvio.

Este módulo ainda está a terminar no espaço Plenitude. Prevê-se que se inicie novamente no final do ano.

voltar ao topo

Módulo 3: Expressão do SER

Este módulo ainda se encontra em desenvolvimento com o grupo piloto. O foco é a comunicação e as diversas formas de expressão do seu SER.

Este módulo vai iniciar em Junho no espaço Plenitude.

voltar ao topo

Onde se realizam?

Neste momento, estamos prestes a iniciar o módulo Despertar o SER no espaço indriyas, que fica situado na rua da Niza, 35, no Alto do Moinho (CP 2855). A primeira sessão terá lugar no dia 24 de Maio, às 19h30.

O módulo O Eu no Outro está a terminar no espaço Plenitude, mas no final do ano iniciaremos um novo grupo para este módulo.

Estamos prestes a iniciar o módulo Expressão do SER no espaço Plenitude, na Rua Cesário Verde, 24, em Vale de Milhaços. A primeira sessão terá lugar no dia 23 de Junho, às 21h30.

Encontra-se mais longe?

Tem um espaço e gostaria de oferecer este programa de desenvolvimento pessoal aos seus clientes? Contacte-nos nesse sentido.

voltar ao topo

Quais as condições de participação?

Embora exista um seguimento natural entre os temas dos módulos, estes não precisam de ter uma ordem específica. Ou seja, não existem requisitos para se inscrever em qualquer um deles.

Pode fazer com a ordem que quiser, não precisa de saber meditar e pode até escolher alguns encontros específicos.

Para que assim seja, os grupos são abertos a visitantes não assíduos, no entanto, os valores diferem para estas sessões soltas.

voltar ao topo

Qual o custo de participação?

Cada módulo inclui 12 sessões de encontro, prática e reflexão. Estas sessões são quinzenais e pagas mensalmente.

Assim sendo, no início de cada mês paga uma mensalidade de 20€, que inclui dois encontros. À excepção do mês de Agosto ou Dezembro, cuja mensalidade se refere apenas a um encontro (10€).

As sessões avulsas têm o custo de 15€ cada e são pagas no próprio dia.

Caso queira aproveitar, terá ainda a possibilidade de pagar a totalidade do módulo por 97€, em vez dos 120€ da opção mensal. Por razões óbvias, esta opção estará disponível apenas até ao segundo encontro.

Resumindo, pode fazer um módulo de 12 sessões escolhendo uma de 3 opções de pagamento:

  1. Sessão a sessão - 15€ por encontro no total de 180€
  2. Mensalidade - 10€ por encontro no total de 120€
  3. Totalidade - 8€ por encontro no total de 97€

voltar ao topo

Como posso inscrever-me?

Neste momento, as inscrições estão a ser feitas com os respetivos espaços.

espaço indriyas - 919 447 976

espaço Plenitude - 933 427 092

Caso já tenha feito inscrição ou queira participar em sessão avulsa, pode ver a programação dos encontros aqui.

voltar ao topo