Menu Fechar

Os 4 pilares dos relacionamentos

Em qualquer tipo de relacionamento há alguns pontos essenciais ao seu bom funcionamento e ao bem-estar sentido pelos intervenientes na relação.

Clareza

O que pretende da relação e na relação?

O que pretende do outro?

Qual a postura que pretende adoptar?

É importante que estas questões estejam claras para si para poderem nortear as suas decisões nesse relacionamento. E também para que as possa comunicar com clareza ao outro.

Comunicação

Se esta comunicação for feita de uma forma clara e objetiva, e acompanhada de uma escuta activa, vai sem dúvida resultar melhor do que na maioria dos casos.

Lembre-se de comunicar o que quer que o outro saiba, em vez de esperar que o outro adivinhe. E lembre-se de perguntar o que não sabe ou compreende, em vez de esperar de tentar adivinhar o que se passa.

Espaço

Em qualquer espécie de relacionamento, há que dar espaço ao outro para respirar fora desse relacionamento, assim como dar espaço a si mesmo para o fazer também. Não pense que se podem alimentar ambos da relação ou o alimento não durará muito tempo. Este espaço individual é essencial para manter mais saudável e respirável o espaço do próprio relacionamento.

Liberdade

Embora pareça o mesmo tema do ponto anterior, não é. Esta é a liberdade que muitas vezes não damos ao outro para ser quem é e como escolhe ser, mesmo que seja diferente daquilo que gostaríamos.

Dê liberdade ao outro para simplesmente SER. A história das duas metades da laranja já ficou para trás no tempo. Se for o caso, abra mão dessa imagem desadequada da relação. Numa relação, temos dois seres completos que caminham juntos por afinidade de afectos e objetivos e/ou porque simplesmente se gostam. E se assim é, nada mais é necessário. Não me refiro à metáfora do amor e uma cabana, mas ao facto destes dois seres não precisarem de fazer algo para se mudarem um ao outro.

E já agora vale lembrar que antes de aplicar estes princípios ao seu relacionamento com o outro fora de si, será importante usá-los no seu relacionamento consigo mesmo.

Deixe o seu comentário abaixo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *