Menu Fechar

Disciplina para fazer acontecer

Se estiver doente e for ao médico e ele lhe receitar medicação para fazer um tratamento, precisa de a tomar durante aquele tempo, naquele horário, naquelas doses e daquela forma. Se não o fizer, o tratamento não vai resultar.

Se for a um terapeuta e este lhe recomendar algum exercício, uma prática específica, precisará de a fazer durante o tempo necessário, as vezes necessárias e de determinada forma ou não resultará como pretendido.

Qualquer terapêutica precisará da sua colaboração

Qualquer tratamento precisa dos seus esforços e das suas escolhas conscientes, para que resulte como pretende.

Para tudo isto é necessária alguma disciplina. Disciplina para tomar aquele remédio, durante aquele tempo, todos os dias, àquelas horas.  A disciplina necessária para fazer aquele exercício todos os dias. A disciplina necessária para fazer acontecer a mudança que quer ver em si, na sua saúde e na sua vida.

Com a sua mente, o cenário é o  mesmo. Precisa da disciplina necessária para fazer acontecer a mudança.

A disciplina já faz parte da sua vida

Quando está constipado e não faz nada por isso, ainda assim o seu corpo melhora. Julga que não há disciplina aí? Pense de novo.

O seu organismo é disciplinado. Tão disciplinado que ele acaba por lembrá-lo de fazer a mesma coisa todos os dias no mesmo horário, como acordar, comer ou ir à privada. Ele é disciplinado e aqueles mecanismos que são accionados no corpo para reequilibrar a saúde vão estar lá, disciplinadamente em acção, todos os dias. Disciplina, com alguma flexibilidade.

Todos os dias, a todo o momento, o seu organismo está empenhado em ajudá-lo a realizar, a melhorar, a fazer acontecer aquela mudança necessária. Isto é básico, é instintivo.

Há outras situações em que é necessária a sua atenção e o esforço consciente para fazer a mudança, quando determinada aprendizagem ainda não foi feita ou com determinada crença ainda vigente.

A disciplina é essencial para fazer a mudança de estado, mas disciplina é treino. Precisa então de treino.

No fundo, nas mais diversas áreas…

Na vida, precisamos de ir aos treinos.

Se não está a conseguir a disciplina necessária à mudança:

  1. Veja se está a dar passos básicos e um de cada vez. Não queira fazer tudo de uma vez e avance passo a passo. Vai ser-lhe muito mais fácil desta forma.
  2. Equilibre com algo que gosta de fazer, talvez até associando uma coisa à outra. Imagine que tem um cão e o seu objetivo é fazer mais exercício e caminhar todos os dias. Se gosta de levar o seu cão à rua, experimente aumentar o tempo de passeio com ele e ajuste o horário às necessidades. Associar aquilo que precisa de fazer para a mudança acontecer, a algo que lhe dê prazer, só vai facilitar o processo.

Motivo para a acção

Mas existe um outro fator essencial à mudança: a motivação.

Não fique à espera que a motivação chegue para ir caminhar, pois provavelmente não o faz quando o seu amigo de quatro patas precisa de ir à rua. É uma necessidade, um objetivo, e simplesmente vai.

Se estiver à espera que a motivação venha, provavelmente, continuará sentado por muito tempo e a mudança não terá lugar. Primeiro é preciso agir, depois sentirá a motivação para continuar, ao sentir-se a caminhar no sentido que pretende.

Motivação é ter um motivo para a acção.

Não é a motivação que vai trazer a acção, esta parte de si. Terá, no entanto, um motivo para agir.

Assim sendo, encontre o seu motivo para agir e faça aquilo que quer que aconteça na sua vida. Faça aquilo que precisa de fazer. Dê aqueles passos que são essenciais à mudança na sua vida.

E treine.

Deixe o seu comentário abaixo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *